You are currently viewing Porta corta fogo, saiba a importância.

Porta corta fogo, saiba a importância.

O uso da porta corta fogo é fundamental, elas impedem que as chamas sejam propagadas para outro ambiente
detendo assim tanto o fogo quanto o calor, serve como uma rota de fuga eficiente em casos de emergências.

São obrigatórias?
As portas corta fogo são sim obrigatórias em algumas situações, e um desses exemplos é sua necessidade de
estar instalada em condomínios, para que possa funcionar corretamente é necessário que exista o documento do
AVCB (Auto de vistoria do corpo de bombeiros), que é um documento que atesta que o prédio adota todos os
procedimentos necessários de segurança, como hidrantes, extintores e também a porta corta fogo.
A norma que regulamenta o processo das portas corta fogo é a ABNT 11742, que determinar como deve ser a
estruturas das portas, quantidades necessárias e etc..

Onde precisam ser instaladas?
Segundo a norma citada assim, elas precisam ser instaladas em alguns locais como
* áreas de refúgio
* entrada de escritórios e apartamentos
* portas em corredores integrantes de rota de fuga
* locais de acesso restrito que se comunicam diretamente com rotas de fuga

Classificação
Pela ABNT 11742, as portas são divididas em 04 categorias que dependem da capacidade
de resistência ao fogo e são elas :

Classe P 30 – seu tempo de resistência ao fogo é de até 30 minutos, ela é recomendada
para instalação em apartamentos e edifícios
Classe P 60 – Sua resistência ao fogo é de até 60 minutos, recomendada para edifícios
industriais e comerciais
Classe P 90 – Resiste ao fogo por até 90 minutos, recomendada para ambientes que acontecem a
medição, proteção e transformação de energia elétrica
Classe P 120 – Seu tempo de resistência ao fogo é de 120 minutos, indicada para o fechamento
de aberturas em paredes corta fogo de resistência 4 horas.

Manutenção das portas corta fogo
A manutenção feita de forma adequada evita acidentes, essas manutenções precisam ser feitas
de forma mensal e semestral de acordo com a ABNT 11742, as mensais devem ser efetuadas verificações
do funcionamento automático e desempenho de todos os acessórios, são feitas também limpezas
dos alojadores de trincos, remoção de resíduos e objetos estranhos que possam dificultar as atividades
das partes móveis ( trincos, fechaduras etc), já as semestrais devem ser efetuadas lubrificação de todas
as partes móveis e verificação dos identificadores da porta, deve ser observado as condições gerias da porta,
quanto à pintura, revestimento ou desgaste das partes móveis.

Instalação da porta corta fogo
Para uma instalação correta é essencial que seja feita por uma empresa especializada como o Grupo Salvar
, conhecemos todas as normas e sabemos aplicá-las na realidade do prédio, é importante também que sejam
tiradas todas as dúvidas sobre o assunto para que não hajam retrabalhos ou falhas nos procedimentos

Mau uso
É preciso lembrar que existem situações que podem ocasionar o defeito das portas por mau uso, um desses
exemplos é onde existem unidades que são as únicas no andar e os condôminos decidem trancar a porta,
é importante que o síndico converse com seus moradores sobre a importância de deixar o local fluído e livre
para situações de emergência, As únicas portas corta-fogo que devem ser mantidas trancadas são as que guardam
as bombas e geradores do condomínio, evitando o acesso de crianças e outras pessoas, que não os funcionários,
ao local.

Deixe um comentário